35 métricas de marketing digital integrado para sua empresa acompanhar em 2019

No mundo dos negócios de hoje, o objetivo é sempre trazer mais resultados: mais vendas, mais faturamento, mais presença de marca. Mas para saber se a sua empresa realmente chegou lá, é preciso trabalhar com algumas métricas de marketing digital integrado.

As métricas de marketing digital ajudam a sua empresa a seguir o caminho certo rumo aos resultados – e fazer as correções de rota necessárias, no momento e no lugar certo.

Existem uma série de métricas de marketing digital que sua empresa pode utilizar – o ideal é escolher apenas algumas. Assim você consegue fazer um controle preciso, mas não se perde em um mar de dados, que demandarão mais investimento no acompanhamento do que nos resultados.

Listamos neste artigo 35 maneiras diferentes de avaliar, comparar e avaliar a eficácia e a utilidade de seus esforços de marketing, separadas nas seguintes categorias de métricas de marketing digital:

  • Métricas de Tráfego do Website
  • Métricas de Marketing de Conteúdo
  • Métricas de Conversão
  • Métricas de E-mail Marketing
  • Métricas Sociais
  • Métricas Mobile
  • Métricas de SEO
  • Métricas de ROI e Receita

Descubra quais métricas de marketing digital funcionam melhor para o planejamento estratégico de sua empresa. Assim você terá acesso aos dados certos, garantindo insights realmente efetivos para o sucesso de sua empresa.

Métricas de Tráfego do Website

Pelo próprio título deste artigo, você já descobriu que existem muitas métricas de marketing digital para acompanhar.

Mas, no final das contas, uma das mais importantes é o tráfego do website. Resumindo: quanto mais tráfego o site da sua empresa receber, maior será a oportunidade de aumentar sua lucratividade. Aqui estão algumas métricas de marketing digital mais estratégicas dentro desta categoria:

1) Tráfego total do site

A contagem de visitantes únicos do seu site mede todo o tráfego para o seu site (ou landing page específica).

É uma das métricas de marketing digital mais importantes para o seu site, pois oferece uma compreensão precisa e abrangente do fluxo de tráfego em um determinado período.

Especificamente, os picos e vales no tráfego total, especialmente nas landing pages, fornecem informações sobre a eficácia de vários dos seus esforços de marketing.

2) Visitantes diretos

Essa métrica rastreia quem visita seu site digitando a URL do seu site em seu navegador da web.

3) Referidos

Os visitantes referenciados são referidos ou vinculados ao seu site a partir de outro site.

4) Orgânico / Pesquisa

São os visitantes que acessam seu site por meio de uma consulta de pesquisa. Essa métrica é particularmente importante para medir o valor de seus esforços de SEO.

5) Mídia social

Quando sua empresa executar campanhas de mídia social, vai querer saber quais visitantes chegam ao seu site através de suas redes sociais.

Métricas de Marketing de Conteúdo

Contar com um bom tráfego é excelente – mas para isso acontecer, sua empresa precisa produzir algumas boas iscas para atrair leads potenciais até a sua empresa. É aí que entra o marketing de conteúdo.

Quebrar os dados obtidos ao mensurar suas métricas de marketing digital e direcionar isso para criar uma estratégia mais assertiva é uma das chaves para o crescimento. Meça as seguintes métricas se quiser contar com uma estratégia de marketing de conteúdo bem-sucedida:

6) Taxa de retenção (usuários novos x usuários antigos)

Medir a retenção de clientes é fundamental. Infelizmente, a criação de uma estratégia eficaz de retenção de clientes geralmente não é uma alta prioridade para muitas empresas.

O que é um grande erro: depois da lucratividade, a retenção de clientes é uma das melhores maneiras de medir a confiabilidade do seu negócio.

Simplificando: as empresas com altas taxas de retenção tendem a ter sucesso. As taxas de retenção de clientes mais altas são um grande impulsionador da aquisição de clientes. Isso também ajuda a fornecer referências e estudos de caso para clientes em potencial.

Quando se trata de receita, a retenção de clientes é extremamente importante – assim como para garantir um crescimento consistente e o planejamento financeiro.

Quanto mais clientes comprometidos você tiver para o próximo trimestre, mais fácil será tomar decisões orçamentárias.

Além disso, os clientes retidos geralmente exigem menos manutenção, em comparação aos clientes adquiridos.

7) Duração média da sessão

Basicamente, refere-se a quanto tempo os visitantes estão gastando em seu website. É útil para analisar padrões e tendências.

Em termos de conteúdo, você pode ver em quais artigos do blog os usuários passam a maior parte do tempo. Quais estudos de caso os leads acham mais interessantes. Essas informações podem ajudar sua empresa a moldar uma estratégia de conteúdo com maior eficiência.

No que diz respeito aos seus canais de marketing, é possível monitorar de onde vêm os usuários que fornecem engajamento valioso.

Essa métrica de marketing digital também ajuda a identificar possíveis problemas e oportunidades. Você pode estar enfrentando problemas com segmentação ou personas se estiver investindo pesado em publicidade social, mas vendo uma baixa duração média da sessão.

Lembre-se, esta métrica está sujeita a limitações – só lhe dirá uma parte da história. Ao decidir onde investir seu orçamento e com qual estratégia de conteúdo avançar, é essencial combinar esses dados com uma análise completa de seus outros KPIs.

8) Taxa de rejeição

A taxa de rejeição refere-se ao número de visitantes que deixam de interagir com seu website após uma interação.

Essa interação pode ser uma exibição de página ou um compartilhamento de mídia social. A taxa de rejeição média para qualquer site varia de 41% a 55%.

Calcular a taxa de rejeição do seu site pode ser complicado às vezes. Muitos especialistas do mercado ainda seguem debatendo constantemente sobre possíveis definições sobre a taxa de rejeição.

Ter uma taxa de rejeição ora da curva pode dificultar muito a conversão do seu público, o que, consequentemente, causará uma redução na retenção de clientes.

Sua empresa pode efetivamente usar sua taxa de rejeição como métrica para descobrir as falhas em seu website.

Encontre uma maneira de melhorar o engajamento nessas áreas mais fracas. Lembre-se: quanto mais tempo um lead passa em seu site, maior é a probabilidade de conversão. Está tudo conectado.

9) Backlinks orgânicos

Entre as métricas de marketing digital, essa é aquela que compara o número total de domínios de referência com os links externos de seu website. A melhor maneira de medir essa métrica é observando as proporções.

Os “espiões” do Google estão atentos às taxas de altos backlinks e baixos domínios de referência. Por quê? Porque sugere que sua empresa está no comando das referências. Muitos têm alguns outros sites criados apenas para que eles possam fornecer algum link para o seu site principal. Uma boa proporção seria de 500 links de inbound de 300 domínios de referência.

Isso sugere que tudo é legítimo. Além disso, não é apenas o número de domínios de referência que você precisa observar. Você também deve monitorar os tipos de domínios. Se o conteúdo de domínios for irrelevante para o seu próprio site, suas classificações podem variar de uma forma não tão positiva.

Além disso, meça o número total de backlinks. Se o número total cair, isso sugere ao Google que seu site não vale mais a pena ser rastreado.

Além disso, você também deve certificar-se de que o número de IPs de referência seja o mais alto possível. Se não, você pode se encontrar em maus lençóis com o Google.

O Google prefere que os backlinks sejam tão orgânicos e naturais quanto possível.

10) Geração de leads / ROI

Quando se trata de medir o ROI de seu conteúdo, é preciso medir basicamente a receita que está ganhando com seu conteúdo, em contraste com o que é investido na criação e na distribuição.

Métricas de conversão

As métricas de conversão ajudam sua empresa a acompanhar a forma como os usuários interagem e respondem aos seus diversos esforços de marketing – seja através dos anúncios, e-mail, redes sociais ou outras fontes.

Aqui estão algumas métricas de marketing digital relacionadas a esta categoria:

11) Taxa de rejeição

Aqui, quanto menor é o número, melhor é o resultado: a taxa de rejeição mostra a proporção ou porcentagem de visitantes que deixam seu site sem clicar em outras páginas.

Falamos um pouco já sobre essa métrica, mas achamos importante ela estar aqui para que você contemple a multiplicidade de resultados que seu acompanhamento pode trazer.

Mantenha em mente que uma alta taxa de rejeição traz um alerta urgente sobre a necessidade de uma ação imediata para melhorias em suas ações de marketing e / ou na página.

12) Taxa de Conversão

Essa métrica incrivelmente importante representa essencialmente a eficácia dos seus esforços de marketing (em termos de conversão de destinatários em clientes), rastreando quantos visitantes do site, destinatários do boletim informativo por e-mail, visitantes do blog, entre outros, se converteram em leads e / ou vendas.

13) Taxas de conversão do funil

Uma versão mais detalhada da métrica acima, mostra quais etapas do processo de marketing precisam ser fortalecidas para direcionar melhor os leads pelo funil de vendas.

14) Custo por lead (CPL)

Essa métrica financeira vincula a conversão ao custo associado, fornecendo informações sobre a rentabilidade de suas campanhas de marketing.

15) Custo por conversão

Como a CPL, essa é uma métrica dupla, que compara o custo associado ao marketing a sua taxa de lead-por-conversão.

Métricas de E-mail Marketing

Há uma série de métricas de marketing digital relacionadas às ações de e-mail marketing. Todos eles ajudam a determinar as estratégias mais acertadas que seu planejamento vem utilizando. Confira as principais métricas de marketing digital relacionadas a e-mail marketing a seguir:

16) Taxa de abertura

Em palavras simples, taxa de abertura significa quantas pessoas realmente abriram seu e-mail. Se as taxas de abertura de suas campanhas por e-mail durante o último trimestre foram de 20%, mas agora estão em 30%, você está indo bem.

Analise os e-mails que você enviou no último trimestre. Quais desses e-mails tiveram as maiores taxas de abertura? Pratique essas metodologias com mais frequência.

17) Taxa de cliques (CTR)

Se alguém clicar em um dos links em seu e-mail, sua empresa receberá um clique. A taxa de cliques refere-se a quantas pessoas em cem clicaram em algum lugar no seu e-mail. Se 40 de 100 pessoas clicaram, você terá uma taxa de cliques de 40%.

Então, qual é uma boa taxa de cliques? Assim como no caso da taxa de abertura, vai depender do seu setor. Mas qualquer coisa acima de uma taxa de cliques de 10% é decente o suficiente. É possível otimizar suas taxas de cliques de várias maneiras. O mais óbvio é tornar suas mensagens de e-mail responsivas para dispositivos móveis. Outra maneira de aumentar as taxas de cliques é tornando os botões ou links visualmente maiores.

18) Taxa de cancelamento de inscrição

Quantas pessoas, de um total de 100, não se mantiveram em seu mailing? Mantenha sob controle – cada e-mail tem sua própria taxa de cancelamento de inscrição. As taxas de cancelamento de assinatura costumam se manter em 0,2%.

19) Gerenciamento de rejeições por e-mail

Um e-mail devolvido significa a não entrega do seu e-mail para o destinatário. Quando esse curso entra em ação, o remetente recebe uma notificação automática da falha na entrega, originada no servidor de e-mail do destinatário.

20) Taxa de Spam

Para manter a melhor taxa de entrega e garantir que as práticas recomendadas de e-mail marketing estejam sendo usadas, sua empresa precisa garantir que a conta de e-mail usada nos disparos mantenha uma baixa taxa de reclamações / spam.

Se esse número se mantiver alto por longos períodos, sua conta poderá ser suspensa ou encerrada para evitar o envio de mais e-mails indesejados.

A qualquer momento, a taxa de reclamações por e-mail da sua campanha de marketing deve estar abaixo de 0,1%.

A capacidade de entrega de mensagens de e-mail depende muito da reputação do remetente. Se a sua taxa de reclamações por e-mail for alta por um período de tempo, isso poderá afetar não apenas a capacidade de entrega das suas próprias mensagens de e-mail, mas também as do serviço que você usa para enviá-las.

Métricas Sociais

Já falamos em um artigo anterior sobre as poderosas contribuições do marketing de mídia social para a conscientização da marca, o envolvimento do cliente, a construção de relacionamentos significativos e até mesmo a geração de tráfego para seu website.

Certifique-se de que os esforços de sua empresa nesse sentido sejam tão eficazes quanto possível. Aqui estão algumas métricas de marketing digital que se encaixam nesta categoria:

21) Total de seguidores

Use esse número para determinar a qualidade de seus esforços sociais. Um conteúdo relevante e bem produzido, na frequência certa, ajuda a atrair mais seguidores.

22) Engajamento

Os likes, compartilhamentos e comentários ajudam a acompanhar o engajamento social e podem ser aproveitados para determinar quais tipos de conteúdo atraem mais engajamento dentro das redes sociais.

23) Alcance

Essa métrica mensura quantas pessoas receberam sua mensagem, incluindo quantos de seus seguidores a viram e quantos não-seguidores a visualizaram por meio de compartilhamentos.

24) Taxa de cliques (CTR)

A CTR está de volta, desta vez para acompanhar quantas vezes as pessoas clicaram nos seus compartilhamentos sociais.

25) Referências

Olhando para o tráfego do site por um outro ponto de vista (do site de referência, não do seu site) as referências sociais acompanham quantas vezes seus compartilhamentos sociais enviam os usuários para o seu site.

26) Menções

Suas avaliações, comentários de clientes e qualquer tipo de postagem referente sua marca ou produtos nas redes sociais podem ser contabilizados uma menção da marca nas redes sociais.

Faça uma listagem dos seguidores mais engajados por rede social e também guarde os links destas publicações. Essas informações podem servir de insights para a produção de novos conteúdos – de um artigo no blog a um e-mail marketing de nutrição.

Não se esqueça dos seus concorrentes: fique de olho em onde e como eles estão sendo mencionados. Se algum site mencioná-los, eles provavelmente darão espaço para mencioná-lo também.

Métricas para celular

Os dispositivos móveis já superaram os desktops: quase 60% de todas as pesquisas on-line vêm de celulares. Isso só prova que o mobile marketing está aqui para ficar – e crescer a cada

Aqui estão algumas métricas de marketing digital conectadas a esta categoria:

27) Tráfego Móvel

Essa métrica mensura sua porcentagem de clientes em dispositivos móveis: quantas pessoas acessam seu site por meio de smartphones e tablets. Sua empresa também poderá rastrear quais dispositivos e navegadores eles usam.

28) Fonte de tráfego

Como nas métricas de tráfego padrão, isso mostra quais origens – pesquisa orgânica, mídia social, referências entre outros – enviam o maior tráfego para seu site.

29) Padrões de uso

Se você está obtendo um tráfego maior vindo do celular, isso pode indicar a mudança de padrões de uso do seu público-alvo. Isso informa se sua empresa deve investir mais no desenvolvimento móvel ou não.

Métricas de SEO

Existem inúmeras métricas de marketing digital para avaliar o sucesso de seu projeto. Um dos principais métodos é examinar suas métricas de SEO.

Felizmente, existem várias ferramentas disponíveis que fornecem relatórios práticos e completos, que permitem observar essas métricas de marketing digital sem problemas.

O Google Search Console e o Google Analytics são bons exemplos: não só são de uso livre como disponibilizam a maioria dos dados que sua empresa precisa.

Confira as principais métricas de marketing digital relacionadas a SEO abaixo:

30) Tráfego de SEO

O tráfego orgânico é o que sua empresa obtém ao aparecer nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (SERPs). Você quer que seu site se classifique através do uso de palavras-chave relevantes para o seu nicho.

É essencial acompanhar seu tráfego orgânico para ver quantas pessoas estão visitando seu website como resultado de seus esforços de SEO.

  • Mensuração da Landing Page: é importante rastrear o tráfego por landing pages. Por quê? Porque é assim que você pode determinar onde improvisar. Se sua empresa tiver algumas das suas páginas classificadas na página 1 e outras na página 4, já sabe que precisa otimizar as páginas que estão mal classificadas. Além disso, se estiver usando estratégias diferentes, terá uma ideia melhor de quais estratégias estão funcionando melhor e quais não estão;
  • Mensuração de sua localização geográfica: também é essencial manter o controle de onde seu tráfego orgânico está vindo. Isso é útil quando seus esforços de SEO são destinados a segmentar determinados locais geográficos. Além disso, também ajuda se sua empresa planeja expandir seus negócios para novos mercados.

31) Ranking de palavras-chave

Tome nota de quais palavras-chave sua empresa deseja classificar seu site e use esses dados para melhorar sua estratégia de SEO.

É uma boa prática capitalizar seu sucesso atual. Se o site de sua empresa estiver entre os 10 principais para palavras-chave de alta conversão, continue a usá-las em seus blogs e campanhas – e monitore, para garantir este posicionamento.

32) Link building

Este processo de obter links em outros sites para o seu próprio site ajuda a direcionar o tráfego de referência e aumentar a autoridade do domínio.

Os algoritmos do Google são complexos. Eles estão sempre evoluindo. No entanto, os backlinks continuam sendo um fator importante para os mecanismos de pesquisa determinarem quais sites classificam para quais palavras-chave.

Métricas de receita / ROI

O retorno do investimento, ou ROI, ajuda a atribuir um valor ao sucesso de qualquer campanha.

Essas métricas de marketing digital podem mostrar a sua empresa quais esforços precisam ser aprimorados, quais estão indo bem e quais devem ser descontinuados.

Além das métricas de ROI facilmente rastreadas, como Custo por Lead (CPL) e Custo por Conversão (CPC), outras ajudam a fornecer uma visão geral do sucesso de seus esforços.

Veja a seguir algumas das principais métricas para esta categoria:

33) Visitantes únicos do site

Voltando à nossa primeira métrica – o tráfego total do website, uma tendência ascendente dos visitantes únicos do seu website, geralmente combinada com as métricas da landing page, contribuem muito para atribuir um valor aos seus vários esforços de marketing digital integrado.

34) Inbound Links

Campanhas de marketing digital eficazes resultarão naturalmente em um aumento nos links de inbound ou backlinks de outros sites.

35) Fonte de leads

Uma das métricas de marketing digital mais importantes está em uma pergunta simples, a ser feita para seus leads e clientes: onde e como eles ouviram falar de sua marca. Essa é uma das principais métricas de marketing digital, que fornece uma visão definitiva da eficácia de sua estratégia.

Lembre-se: sua empresa não precisa acompanhar cada uma dessas métricas de marketing digital. Determine quais trarão os melhores insights para os negócios, dependendo dos seus esforços de marketing.

Em seguida, acompanhe-as fielmente a longo prazo e observe como elas ajudam a refinar e melhorar suas campanhas de marketing digital integrado.

Acompanhe a UP2Place nas redes sociais e fique por dentro das informações mais estratégicas do marketing digital!

Facebook - UP2PlaceLinkedIn - UP2Place

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!