Você certamente sabe da importância de planejar muito bem as suas ações de marketing digital com antecedência e documentar todo esse processo. No entanto, você está dando a devida atenção ao seu plano de mídia digital?

A elaboração do plano de mídia digital da sua empresa é uma das etapas mais importantes do desenvolvimento da sua estratégia de marketing. Isso vai além de simplesmente pensar nas ações que serão desenvolvidas e definir suas características. Esse processo envolve uma série de outros fatores decisivos para essas ações serem bem-sucedidas.

Por se referir apenas ao ambiente digital, é um planejamento que inclui o uso de tecnologias, plataformas inteligentes e canais específicos que requerem uma abordagem especial.

No artigo a seguir, você conhecerá mais a respeito da construção de um plano de mídia digital, suas principais características e como criar o seu. Confira!

O que é um plano de mídia digital?

O principal objetivo de um plano de mídia digital está em desenvolver e documentar as estratégias que serão implementadas no ambiente digital para que a marca alcance os seus objetivos de marketing.

Trata-se de um documento que traz o detalhamento adequado a respeito das táticas empregadas, veículos utilizados, valores de investimento, parcerias efetuadas e vários outros aspectos importantes da realização das ações planejadas.

Tendo em mente todas essas atribuições de um plano de mídia digital, fica nítido o quanto ele é importante para o sucesso da atuação de uma marca nesse meio. Trabalhar sem uma boa estratégia será determinante para prejudicar os seus resultados.

Quais as principais diferenças entre um plano de mídia digital e um tradicional?

Como o próprio nome já adianta, a principal diferença entre esses dois métodos de planejamento é que o primeiro se refere aos canais digitais que serão utilizados pela estratégia desenvolvida. Essa é uma área bastante vasta que requer um plano cuidadoso para gerar bons resultados.

Não se trata de escolher entre essas duas possibilidades pensando em qual é melhor. Na realidade, como cada meio oferece canais distintos com vantagens e desvantagens para cada necessidade, o plano de mídia escolhido precisa refletir o que a sua empresa precisa.

Ou seja, é possível combinar os esforços dessas duas possibilidades para contar com resultados integrados. Isso requer um entendimento aprofundado do perfil do seu público-alvo e das particularidades dos canais que estão à sua disposição.

Por que é preciso fazer um plano de mídia digital?

Mesmo entendendo a definição de um plano de mídia digital, a utilidade desse recurso ainda parece discutível? Apesar de ser um processo que demande tempo seu e da sua equipe, ele é essencial para o sucesso das suas iniciativas de marketing nesse ambiente.

Veja a seguir os principais motivos para criar um plano de mídia digital em sua empresa.

1. Traz mais organização à estratégia

A documentação de processos contribui para o bom funcionamento de qualquer etapa do seu negócio, inclusive o marketing. Por lidar com tantos canais e indicadores de performance diferentes, é algo que pode confundir se não estiver bem organizado.

Um plano de mídia digital ajuda a estabelecer os meios utilizados nas suas campanhas, seus objetivos e demais estratégias empregadas. Além de ser de fácil consulta, também permite alinhar toda a equipe ao redor de um mesmo conceito.

2. Ajuda a potencializar seus resultados

Uma campanha de marketing que não é devidamente planejada dificilmente conseguirá alcançar os seus objetivos estabelecidos. E isso é bastante prejudicial para a atuação da empresa como um todo em vários contextos.

O plano de mídia digital permite levar em conta os seus objetivos e, a partir deles, desenvolver as ações necessárias para alcançá-los. Esse é um processo fundamental para o bom funcionamento de qualquer ação.

3. Permite dedicar atenção a todas as áreas

Ao criar um plano de mídia digital, você não corre o risco de se esquecer deste ou daquele canal de marketing importante. Basta seguir os procedimentos adequados para fazer esse documento e, ao final, contar com uma estratégia completa.

Para diminuir ainda mais as suas chances de errar nesse estágio, aproveite as informações deste artigo para conhecer cada passo do processo. Dessa forma, será possível aproveitar todos os seus benefícios.

4. Facilita o seu monitoramento de resultados

Uma parte muito importante da condução das suas campanhas de marketing é o acompanhamento dos seus resultados. Por melhores que sejam os seus retornos, você precisa monitorar os indicadores certos para obter diagnósticos estratégicos.

Esse processo se torna mais fácil ao contar com um plano de mídia digital bem definido. Nele estarão estabelecidos seus objetivos e os métodos utilizados para alcançá-los, informações essenciais para um bom monitoramento. Depois disso, basta voltar o seu olhar para a análise adequada desses indicadores.

5. Os seus concorrentes já fazem isso

A criação e desenvolvimento de um plano de mídia digital é algo essencial para o funcionamento de qualquer marca nesse ambiente. Isso provavelmente já se aplica a diversos dos seus concorrentes. Você já pensou nisso?

Ao hesitar em estabelecer processos criativos superiores como esse, você permite que outros players do seu mercado aproveitem os benefícios desse tipo de iniciativa e saiam na sua frente. Dessa forma, fica mais difícil ultrapassá-los.

Qual a estrutura básica de um plano de mídia digital?

Ao entender bem o papel de um plano de mídia digital, está na hora de começar a estruturar o seu. Esse processo precisa ser compartilhado com a sua equipe, já que envolve tarefas que serão executadas em conjunto. Dessa forma, é bastante importante que todos estejam alinhados em relação às ações e objetivos.

Conheça a seguir cada uma das etapas da criação de um plano de mídia digital.

1. Briefing

A criação do briefing é um momento fundamental para o desenvolvimento de qualquer estratégia. É nele que são registradas informações como as características da marca, seu histórico de atuação, principais traços de sua identidade, entre outros.

Dessa forma, o primeiro passo para criar o plano de mídia digital da sua empresa consiste em definir os pontos essenciais da atuação da sua marca. Essas informações devem vir da missão, do posicionamento e da identidade da empresa.

2. Pesquisa

O próximo passo é voltar o olhar para o que está ao redor da marca. Pesquisar a atuação de concorrentes diretos e demais players do seu segmento é o caminho para garantir que a sua estratégia de mídia planejada seja verdadeiramente correta.

Examinar tendências de mercado também é importante para garantir que as suas ações sejam coerentes e busquem objetivos que fazem sentido. É na etapa de pesquisa que você deve aprender mais sobre o público que pretende atingir e suas principais características.

3. Objetivos e KPIs

Nenhuma estratégia pode ser ativada sem a definição clara de objetivos. O que a sua empresa pretende alcançar com este plano de mídia digital? Lembre-se de seguir pelo lado mais específico possível, evitando metas muito vagas.

Isso é importante principalmente por conta de outra parte desse processo: a definição de KPIs. São as métricas mais importantes da sua estratégia, pois indicam o quanto você está conseguindo chegar em seus objetivos.

4. Estratégia

A etapa de estratégia é quando chega a hora de desenvolver as suas ideias propriamente ditas. As ações planejadas devem ser detalhadas de forma aprofundada, levando em consideração todas as informações mais importantes para a execução delas.

É necessário destacar os canais de marketing, conteúdo veiculado, público-alvo e descrever as ações que serão ativadas. Um plano de mídia digital não está completo sem esse elemento.

5. Monitoramento

Parte de um plano de mídia digital também inclui o monitoramento dos resultados conquistados com a implementação da estratégia. Antes de começar, você já definiu objetivos e KPIs. Depois, chega o momento de acompanhar seus indicadores para chegar até esses resultados.

O monitoramento pode ser feito em tempo real no ambiente digital, sendo um dos seus principais diferenciais. Isso permite realizar ajustes sempre que necessário, então fique de olho em oportunidades de melhorias.

Quais os principais tipos de mídia?

Parte do seu plano de mídia digital envolve distinguir os tipos de canal que serão utilizados em sua estratégia. Como eles têm características distintas, costumam ser divididos em três categorias diferentes: mídia própria, paga e conquistada (ou owned, paid e earned).

Conheça a seguir os tipos de mídia que você deve considerar ao desenvolver o seu planejamento.

1. Owned (própria)

Esse termo se refere a todo tipo de mídia sobre o qual a sua empresa detém controle do conteúdo. É você quem define o que é veiculado, possibilitando uma atuação totalmente alinhada ao que é planejado em sua estratégia.

Os perfis da sua marca nas redes sociais são exemplos de mídias próprias, assim como o seu site e um canal no YouTube. No entanto, comentários do público não se enquadram nessa definição.

Por se referir a canais em que a marca detém total controle, meios próprios podem servir como os principais veículos para divulgar as peças promocionais consideradas oficiais. 

2. Paid (paga)

Esse tipo de mídia é similar à própria, já que oferece certo grau de controle à empresa, mas a sua principal característica é que ela é comprada. Ou seja, a exposição gerada por ela depende do grau de investimento e da capacidade do algoritmo envolvido de exibir o conteúdo para o público-alvo correto.

A maioria das plataformas de conteúdo digitais da atualidade oferece um sistema de anúncios como o Facebook Ads e o Google Ads. Graças à evolução tecnológica, a mídia paga digital é capaz de alcançar a audiência mais qualificada para gerar os resultados esperados pela marca.

Tais exemplos de mídias pagas que devem fazer parte do seu planejamento, já que é uma forma de estender o alcance da sua marca até além dos limites convencionais dela. 

3. Earned (conquistada)

A mídia conquistada é aquela que é distribuída espontaneamente pelo seu público sem que exista um pagamento por isso nem o uso de canais próprios da sua empresa.

Entre todas, a mídia conquistada é a mais difícil de obter, já que não depende do grau de investimento nem de ter controle sobre os meios. É algo que exige uma estratégia direcionada, com foco em entender o comportamento do público para gerar o compartilhamento dele.

A mídia conquistada serve como um termômetro para a receptividade que o seu conteúdo tem junto ao seu público-alvo. Transformar o seu cliente em um promotor da sua marca também ajuda a ampliar o alcance dela sem custos.

Como equilibrar o uso dos três tipos de mídia?

Uma parte muito importante do seu plano de mídia digital se refere à definição da estratégia da sua marca para cada um dos canais de marketing. Eles se dividem nos tipos destacados na seção anterior e, cada um do seu jeito, conseguem aproximar sua empresa dos objetivos dela.

Um não deve ter mais importância do que os outros. Para evitar que isso aconteça, você precisa desenvolver ações focadas em dar o devido equilíbrio entre esses diferentes tipos de mídia. É algo que envolve prever a atuação de cada um deles no contexto da sua estratégia.

Por exemplo, é necessário pensar em como os seus canais próprios serão utilizados para divulgar seu conteúdo promocional. Ao mesmo tempo, invista a quantia adequada do seu orçamento em patrocinar seu material para o público certo. Por fim, monitore as reações do público para detectar mídia espontânea conquistada.

Quais ferramentas podem ajudar na estratégia de mídia digital?

A tecnologia é uma das maiores aliadas do marketing, já que sempre é possível aproveitar o uso de ferramentas inteligentes para potencializar suas campanhas e resultados. Isso também vale para o caso de um plano de mídia digital.

Conheça a seguir as principais ferramentas capazes de auxiliar no planejamento e na execução da sua estratégia de mídia digital.

1. Google Analytics

Uma das ferramentas de dados de performance mais famosas do mundo, o Google Analytics, é altamente versátil na sua capacidade de monitorar diversos aspectos diferentes da sua estratégia.

Ele funciona a partir do seu site, podendo analisar dados demográficos da sua audiência, seu volume de visitas, principais origens de acessos, ações realizadas pelos seus visitantes, entre várias outras possibilidades.

O Google Analytics é valioso para a execução das suas ações de mídia porque consegue validar as suas decisões e comprovar a eficácia das suas escolhas a partir de resultados concretos.

2. Keywordtool.io

A escolha da palavra-chave adequada é essencial para a otimização do seu conteúdo. Afinal, um dos aspectos de um plano de mídia digital se refere ao tráfego orgânico obtido por meio de mecanismos de buscas como o Google.

O Keywordtool.io possibilita que você faça pesquisas por palavras-chave que pretende usar em seu conteúdo para checar seu volume de buscas e concorrência, além de acessar sugestões de termos relacionados.

O maior diferencial do Keywordtool.io está na variedade de mecanismos que ele suporta além do Google. Entre os principais estão YouTube, Amazon, App Store e Instagram.

3. Social Mention

O monitoramento de redes sociais é outro aspecto de uma estratégia de mídia digital que pode ser facilitado com a ajuda da ferramenta certa. O Social Mention atua como uma verdadeira central de informações desse tipo.

Com esse recurso, você pode buscar por termos relacionados à sua marca para encontrar menções a eles feitas por posts de pessoas nas principais redes sociais da atualidade.

Trata-se de uma ótima forma de obter ideias para conteúdo, conhecer melhor as impressões do público e interagir diretamente com essas pessoas.

4. SEMrush

A otimização das páginas do seu site para obter boa performance orgânica é fundamental para a sua estratégia de mídia digital. Para centralizar toda a sua atuação, você precisa do SEMrush.

Essa ferramenta traz um painel completo com todas as informações que você precisa para entender a performance do seu conteúdo e o comportamento do público que pretende atingir.

A partir do SEMrush, você também pode obter ideias de palavras-chave para otimizar a partir do seu próprio site e também de concorrentes. Além disso, os relatórios do SEMrush oferecem um olhar detalhado dos seus resultados.

5. adMooH

Você já viu como as plataformas digitais não se restringem à internet. O uso de conteúdo no formato DOOH (Digital Out-Of-Home) permite trazer as possibilidades desse meio para o mundo real, impactando diretamente o público que você deseja atingir.

O adMooH é uma plataforma que encurta a distância entre as empresas e as diversas aplicações de DOOH que existem no Brasil. Dessa forma, é possível incluir esse canal de marketing no seu plano de mídia digital sem dificuldades.

A principal vantagem do adMooH está na praticidade. É possível aproveitar os benefícios desse formato ao mesmo tempo em que consegue dedicar atenção a outros aspectos da estratégia.

Qual a relação entre um plano de mídia digital e marketing de conteúdo?

Esses termos podem ser empregados em contextos muito similares, portanto, tornando a relação entre eles mais difícil de ser feita. Em essência, é bom se lembrar que o plano de mídia digital e o marketing de conteúdo são duas ferramentas importantes para a sua estratégia.

Enquanto o primeiro se refere ao planejamento que estamos detalhando neste artigo até agora, o segundo é um recurso que pode integrá-lo. O marketing de conteúdo é uma ferramenta potente para atrair leads e qualificá-los, algo essencial para o sucesso de uma estratégia de marketing.

Além disso, se o marketing de conteúdo faz parte das suas ações, ele deve ser detalhado no seu plano de mídia digital. Isso envolve pensar na linha editorial, frequência de publicações, veículos de divulgação, público-alvo a ser atingido, entre outros.

Mídia programática vale a pena?

A evolução tecnológica é uma das principais aliadas do marketing. Uma das provas disso é o surgimento da mídia programática, um recurso valioso para quem deseja obter bons resultados com a marca no ambiente digital.

A mídia programática envolve o uso de algoritmos inteligentes para exibir a publicidade certa para o público adequado. Levando em conta as características e hábitos dessas pessoas, é possível alcançá-las onde quer que estejam com o seu conteúdo, algo decisivo para os seus resultados.

Esse recurso vale a pena? A resposta é positiva. No entanto, é importante lembrar que ela não deve ser a única ferramenta usada na sua estratégia. Trata-se de um auxílio importante para garantir bons resultados em sua mídia paga, mas ela deve ser usada em conjunto com demais meios.

Qual o papel de uma agência de marketing digital no plano de mídia digital?

Já ficou claro o quanto um plano de mídia digital é importante para o sucesso da sua marca, certo? Isso também mostra o quanto é necessário ter cuidado ao desenvolvê-lo. Garantir qualidade em todos os seus níveis é fundamental para você ter bons resultados.

Se esse trabalho parece ser complexo demais, não há problema: basta contratar uma parceira que possa conduzi-lo para você. Esse é o papel de uma agência de marketing digital. Além de se encarregar do seu planejamento, ela também pode se responsabilizar pela execução das suas ações.

Entre os benefícios de contratar uma agência para desenvolver o seu plano de mídia digital estão:

  • acesso a um time de especialistas em diversas áreas;
  • contato com as tendências de mercado e oportunidades vantajosas;
  • análise estratégica de resultados e diagnósticos precisos;
  • contrato flexível que se ajusta à realidade do seu orçamento; 
  • compromisso com objetivos e KPIs estabelecidos no início.

Agora que você já conhece o conceito de um plano de mídia digital e sabe os passos que devem ser seguidos para desenvolver o seu, está na hora de colocar essas ideias em prática.

Lembre-se de delegar tarefas para os membros certos da sua equipe. Busque aproveitar os talentos que você tem à sua disposição. Se isso não for possível, lembre-se das vantagens de contratar uma agência de marketing digital para ajudar nesse trabalho.

A elaboração de um plano de mídia digital é uma das várias etapas fundamentais do desenvolvimento do marketing de uma empresa. Ele deve ser um esforço contínuo, sempre se adaptando conforme surgem novas tendências e ideias em seu mercado.

Obtenha a ajuda e a expertise necessárias para planejar e implementar o seu plano de mídia digital da maneira correta. Entre em contato conosco por meio do site e saiba mais.

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!