Conheça as principais tendências do PPC para 2019

2018 trouxe diversas mudanças para o marketing do Pay Per Click (PPC). O Google transformou o AdWords em Google Ads – que, por sua vez, trouxe uma nova experiência para seus usuários. Além disso, lançou vários novos tipos de campanha, recursos, aprimoramentos, opções de segmentação e ferramentas.

Engana-se que o Bing Ads ficou atrás. Ele recebeu uma série de novos recursos, ampliou sua capacidade de segmentação, relatórios e outras melhorias.

Mas a melhor notícia para o setor foi ver finalmente a segmentação por perfil no LinkedIn. A Amazon cresceu como concorrente ao Google neste ano: cada vez mais pessoas têm pesquisado na Amazon, não só no Google. Isso tem feito muitos anunciantes migrarem parte de seus budgets para a plataforma.

Agora quais serão as principais tendências do PPC para 2019? Neste ano, algumas das tendências de maior destaque incluíam a inteligência artificial, pesquisa por voz, segmentação por público-alvo e automação.

Em 2019, porém, claramente teremos duas fortes tendências – citadas pela grande maioria dos especialistas do setor: audiências e automação.

Mas isso é apenas o começo. Veja a seguir algumas das principais tendências do PPC para 2019.

Principais tendências do PPC para 2019

Para obter sucesso em sua estratégia de Pay Per Click neste próximo ano, é importante dominar algumas das melhores técnicas.

Assim, além de otimizar seus custos de marketing, sua empresa pode experimentar uma grande melhora nos resultados. Aqui estão alguns highlights sobre esse tema – e que prometem dominar o mercado em 2019.

Mais campanhas para smartphones

Ninguém pode negar que o impacto da tecnologia dos smartphones tem aumentado exponencialmente. O mesmo pode ser dito sobre as tendências de PPC para 2019.

A cada dia, o número de usuários de smartphones cresce rapidamente. Isso significa diretamente que há mais clientes em potencial para suas campanhas de marketing corporativo.

Como um anunciante digital, sua empresa deve definitivamente voltar seu olhar para essa oportunidade e encontrar meios de tirar o máximo proveito desse fenômeno – antes que ele fique saturado.

AI e PPC

A Inteligência Artificial está levando a indústria de tecnologia a um nível totalmente novo. Junto com isso, a IA tem sido fundamental no desenvolvimento de muitos projetos relacionados a negócios também.

A indústria de publicidade Pay Per Click também começou a implementar a IA para trazer melhores resultados para todos os envolvidos – empresas desenvolvedoras, anunciantes e clientes.

Com a inteligência artificial, as campanhas de PPC podem se tornar muito mais práticas e efetivas para os departamentos de marketing, já que haverá muito espaço para automação.

IoT vai transformar a experiência dos consumidores

A Internet das Coisas tem sido um fator-chave na personalização do mecanismo de busca. Ela certamente se tornará também uma maneira de coletar dados sobre os clientes, o que vai permitir a criação de uma campanha completamente personalizada para cada indivíduo.

A pesquisa personalizada do Google transformou a segmentação por público-alvo, e haverá um grande impulso no uso de dados de público-alvo e na seleção de opções altamente segmentadas com qualquer campanha de PPC no futuro.

Como mencionamos acima: a audiência será de fato uma das mais presentes e impactantes tendências do PPC para 2019.

Os impactos da pesquisa por voz

A pesquisa por voz ainda está engatinhando no mercado brasileiro, já que ainda contamos com poucos recursos por aqui.

Porém, ela vem recebendo a merecida atenção dos desenvolvedores nos últimos dois anos – e sua empresa precisa acompanhar de perto como uma das grandes tendências do PPC para 2019.

Isto se deve a duas razões principalmente:

  • O acesso fácil através de smartphones;
  • A crescente popularização dos dispositivos domésticos inteligentes, como o Alexa, o Google Home e outros semelhantes – que podem chegar ao nosso mercado a qualquer momento.

Esse fenômeno definitivamente alterará a maneira como o SEO funciona – o que também afetará o PPC.

Ascensão da Amazon e outras mídias

O Google e o Facebook desfrutaram de um duopólio por alguns anos no setor de publicidade digital.

Agora, a Amazon está indo muito bem, com sua inovadora plataforma de anúncios – mostrando-se uma das principais tendências do PPC para 2019.

Na verdade, a plataforma da Amazon oferece mais espaço para que os especialistas de marketing consigam gerar vendas com mais eficiência.

Com essa mudança, o espectro de PPC mudou sua dinâmica ultimamente. Muitos especialistas do setor acreditam que a empresa conquistará mais espaço nos próximos meses.

2019 também promete ser um momento incrível para as marcas de comércio eletrônico. Elas certamente encontrarão mais oportunidades de alcançar compradores com maior personalização e precisão por conta do elevado nível oferecido por outras mídias:

  • Bing: atualmente em fase piloto, o Bing Ads está testando anúncios de inventário local que exibem a disponibilidade de estoque do produto nas proximidades para gerar visitas na loja;
  • Facebook: a novidade é a chegada de anúncios aprimorados para incluir um novo formato de modelo de loja instantânea, que pode gerar automaticamente um vídeo com produtos – uma abordagem personalizada para os usuários;
  • Pinterest: novos recursos permitem que os usuários comprem diretamente de um pin de produto com disponibilidade de preço e estoque. Além disso, eles também poderão fazer recomendações personalizadas de produtos para os usuários;
  • Google: priorizando os dispositivos móveis em primeiro lugar, os anúncios de catálogo local do Google apresentam disponibilidade local e preços em um layout fácil de rolagem para dispositivos móveis.

Segmentação por público-alvo X Segmentação por palavras-chave

Os dias de segmentar usuários apenas por palavras-chave estão chegando ao fim.

Você já viu a expansão na adição das listas de remarketing do Google para anúncios da Rede de Pesquisa, listas de correspondência de clientes e públicos-alvo semelhantes para pesquisa. Agora seu time ou agência de marketing podem segmentar seu público-alvo por dados demográficos e, mais recentemente, com base em eventos da vida.

Qual é o próximo passo?

O Google planeja segmentar usuários com base em comportamento: o perfil de consumo do usuário, visitando lojas ou restaurantes com frequência.

Também será possível segmentar públicos-alvo de acordo com seus hábitos no ponto de venda – aqueles que pesquisam e comparam produtos ou serviços para comprar.

Esse tipo de segmentação mudará a maneira como os profissionais de marketing enviam mensagens para seus públicos-alvo – e a forma como fazem marketing Pay Per Click. Fique atento: essa promete ser uma das mais fortes tendências do PPC para 2019.

Segmentação por público-alvo com base em dados

Omo você já sabe, a segmentação é o aspecto mais importante de qualquer campanha de PPC.  Uma das mais fortes tendências do PPC para 2019.

Certamente experimentaremos neste próximo ano algumas técnicas baseadas em uma segmentação mais sofisticada. Algo que obviamente vai demandar dados que tenham insights mais profundos.

Todas as principais plataformas agora oferecem dados que trazem informações reduzidas sobre o tráfego. Com esses dados, sua campanha de PPC será aprimorada, o que resultará em mais e melhores conversões.

Pesquisa visual

Os usuários agora podem procurar por algo na internet usando sua câmera. Serviços como o Google Lens e o Pinterest Lens já oferecem esse tipo de mecanismo de busca há algum tempo.

Isso definitivamente está revolucionando a dinâmica da busca: muitos especialistas sugerem que a busca visual vai dominar o setor nos próximos anos – o que efetivamente vai impactar as estratégias de marketing também. Tudo isso faz das pesquisas visuais uma das tendências do PPC para 2019 que merecem um olhar mais atento por parte de sua empresa.

Melhor remarketing

O remarketing é uma das mais fortes tendências do PPC para 2019. Com o remarketing, sua empresa pode alcançar facilmente clientes em potencial que talvez não tenham se convertido no esforço anterior.

As plataformas de publicidade começam a oferecer mais e mais recursos de remarketing. Nos próximos meses, podemos esperar mais flexibilidade neste recurso. Tecnologias inovadoras, como IA e aprendizado de máquina, vão desempenhar um papel vital nessa mudança.

Atribuições e experiências em uma abordagem publicitária omnichannel

Mais e mais empresas estão finalmente entendendo que o consumidor atual não pode ser concentrado em um único canal de relacionamento.

Mais do que nunca, as empresas devem investir em estratégias de marketing integrado em várias plataformas diferentes – essa é também uma das grandes tendências do PPC para 2019.

Para isso funcionar, é preciso ter um foco maior na atribuição entre canais e entre dispositivos.

Embora as empresas hoje tenham mais facilidade para construir campanhas omnichannel bem coordenadas, os relatórios e métricas continuam a ser um desafio para muitas organizações.

As empresas precisam entender que alcançar os consumidores e mantê-los engajados em cada etapa do funil de compra exige a entrega de experiências positivas. É isso que mantem os leads comprometidos e sedentos por mais conteúdo – e a busca por dados é muitas vezes parte dessa jornada.

À medida que os contextos de pesquisa, redes sociais e comércio eletrônico se combinam, é essencial ter uma visão completa de toda a jornada do cliente.

Só assim as empresas terão uma compreensão mais precisa do desempenho e da atribuição da campanha. E dessa forma poderão alocar o orçamento correto para PPC.

Mídias Sociais e PPC

A transformação digital popularizou os dispositivos móveis e as redes sociais: praticamente todo mundo tem uma conta de mídia social nos dias de hoje.

As plataformas se tornaram parte integrante de nossa comunicação e do nosso dia a dia – seja pessoal ou profissionalmente.

Depois dos mecanismos de busca, as plataformas de mídia social são os canais que mais contribuem para a publicidade PPC.

Gigantes de mídia social como Facebook, Twitter e vários outros têm contribuído muito e de forma bastante positiva para o universo do marketing PPC.

A ascensão do papel da mídia social certamente é uma das grandes tendências do PPC para 2019.

Custos mais altos

Infelizmente, os tempos de alcance orgânico estrondoso, farta distribuição de conteúdo para a base de seguidores e resultados espontâneos estão chegando ao fim.

Assim como os dias de publicidade PPC onde sua empresa conseguia obter cliques por centavos.

Podemos observar uma elevação substancial dos custos, especialmente nos últimos dois anos. Mas sua empresa não deve ter motivos para se preocupar – se souber como fazer isso da maneira certa.

Melhorar seus índices de CTR (click through rate ou taxa de cliques) pode ajudar sua empresa: com o alto volume de organizações aderindo ao PPC, sua estratégia precisa ser certeira – para lidar com a concorrência e reduzir seus custos.

Mais Personalização

A publicidade PPC tem evoluído constantemente desde a sua introdução. A cada ano, sua empresa pode contar com recursos novos e exclusivos que beneficiam suas campanhas de marketing.

Quando se trata de anúncios Pay Per Click, a segmentação é o fator-chave que pode torná-lo ou quebrá-lo para você.

Uma das principais tendências do PPC para 2019 será a personalização aprimorada. Sua empresa poderá segmentar sua comunicação de acordo com tipos específicos de usuários.

Por exemplo: será possível segmentar usuários de celular que usam o Gmail como principal e-mail. Leia mais sobre personalização!

Vídeo

O formato está em total evidência nos mais diversos segmentos digitais – do marketing de conteúdo às principais tendências do PPC para 2019.

Então definitivamente sua empresa deve incluir em seu planejamento para 2019 uma série de ações baseadas em vídeos.

Os bons resultados em meios sociais aumentam as oportunidades de posicionamento nas páginas de resultados dos mecanismos de busca (SERPs).

Mesmo em um anúncio em vídeo (o custo médio por visualização é de RS$ 0,10), ainda é possível aproveitar o YouTube como meta de público para suas campanhas.

Isso pode ser essencial para empresas que atuam em um mercado com ticket médio alto e precisam de ajuda para manter seu orçamento sob controle.

Construção de marca

Uma das tendências do PPC para 2019 será a construção da marca. Os especialistas em PPC têm estado tão focados no ROI que se esqueceram que o marketing também envolve a criação de demanda por um produto e também de fidelidade à marca.

Da exibição no YouTube até manter algumas palavras-chave genéricas de baixo desempenho em execução: o marketing digital em 2019 deixará de tentar tornar cada clique lucrativo e começará a segmentar estratégias por metas.

Lembre-se: plataformas e táticas vão e vêm – um esforço concentrado para priorizar a afinidade com a marca e a lealdade resistirão a um longo teste de tempo.

Até aqui, você conheceu as principais tendências de PPC para 2019. Se você deseja garantir os melhores resultados e obter sucesso no marketing de Pay Per Click, aproveite todos os recursos disponíveis.

Se ainda assim você tem dúvidas sobre as vantagens de apostar no marketing de PPC, a leitura a seguir pode ajudar a formar uma opinião sobre o tema.

Por que escolher anúncios Pay Per Click (PPC) em 2019?

Falamos muito sobre as tendências do PPC para 2019 nos tópicos acima. Mas se você não está familiarizado com este tipo de ação de marketing, talvez esteja se perguntando sobre as vantagens que ela pode trazer de fato para a sua empresa.

Quando sua empresa investe em PPC passa a atingir as pessoas que deseja alcançar onde e quando é possível pode chegar até elas.

Não é como um anúncio em um canal de TV, onde você atinge milhares de pessoas em 30s – correndo o risco de não ter um lead potencial entre estas tantas pessoas atingidas.

Os anúncios gráficos podem ser exibidos em websites específicos relacionados à sua empresa. Já os anúncios da Rede de Pesquisa aparecem na parte superior dos resultados do mecanismo de pesquisa.

Listamos a seguir algumas estatísticas sobre anúncios do Bing e do Google, que devem esclarecer outras dúvidas sobre as tendências do PPC para 2019 mencionadas acima:

  • Os resultados do Google Ads recebem 65% dos cliques que começam um processo de compra, enquanto os resultados orgânicos foram responsáveis por apenas 35% (Craig McConnel);
  • As empresas geram uma média de US$ 2 em receita para cada US$ 1 investido no Google Ads (Google);
  • No geral, 41% dos cliques vão para os três principais anúncios pagos na página de resultados de pesquisa (Wordstream);
  • A taxa média de cliques de um anúncio na primeira posição é de 7,94%. Uma taxa média de cliques é de 2% (AccuraCast);
  • Para pesquisas com alta intenção comercial (quando alguém está de fato envolvido no processo de compra de um produto), os anúncios pagos recebem 65% de todos os cliques (Wordstream);
  • Visitantes PPC têm 50% mais chances de comprar algo do que visitantes orgânicos (Unbounce);
  • Uma empresa já aumentou seu ROI de PPC em 2,5 vezes com o remarketing do Facebook (AdRoll).

Qual é o valor do PPC?

Muitas empresas ainda se sentem perdidas na hora de entender o custo do PPC e como investir corretamente.

Até agora, analisamos bastante o PPC, mas ainda não respondemos a uma das perguntas mais importantes: quanto custa?

Alguns esclarecimentos importantes:

  • Sua empresa tem que pagar por cada clique;
  • Alguns cliques podem custar menos de R$ 1, já outros podem chegar a mais de R$ 50;
  • Sua empresa precisar ter um especialista para gerenciar os anúncios e seu site. Esse recurso pode ser interno ou externo – como uma agência de marketing digital integrado.

Voltemos à resposta: depende. Devido a uma série de fatores:

  • A rede de anúncios que você está usando;
  • As palavras-chave que foram aplicadas;
  • O orçamento destinado a isso por sua empresa.

O custo por clique varia da rede de anúncios para a rede de publicidade. Como você pode imaginar, o custo é determinado pela oferta e demanda.

É por isso que um anúncio com o Google geralmente custa mais do que o anúncio com o Bing (por clique, de qualquer forma). Afinal, o Google é um mecanismo de busca muito mais popular.

O custo por clique também dependerá das palavras-chave que você escolheu para seu anúncio. Felizmente, o Bing e o Google informam o custo antecipadamente.

Para ver o que cada clique em um anúncio vai custar, basta acessar o Google Ads e selecionar “Planejador de palavras-chave” no menu “Ferramentas” na parte superior.

Selecione “pesquisar novas palavras-chave usando uma frase, site ou categoria” e insira uma palavra-chave relacionada à sua marca.

Por exemplo, se você digitar “marketing digital integrado” no campo superior (chamado “Seu produto ou serviço”) e clicar no botão “Obter ideias” na parte inferior, o Google mostrará a você que o lance sugerido é de R$ 2,67 – até a publicação deste artigo (em dezembro/2018).

Isso é o que sua empresa pode esperar pagar se veicular um anúncio com este termo no Google Ads.

Finalmente, o valor que o PPC custa depende da sua estratégia. Todas as redes de anúncios permitem definir um orçamento para que seus custos de publicidade não se desviem do seu budget pré-determinado.

Em muitas redes, é permitido definir o orçamento por dia. Isso significa que sua empresa pode decidir investir uma quantia máxima de dinheiro em um dia. Depois de alcançar esse limite, a rede de anúncios desativará seus anúncios até o dia seguinte.

Agora você já conhece as principais tendências do PPC para 2019. Se quiser ajuda para coloca-las em prática desde já, clique e fale com nossos especialistas!

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!