Inovação: Nova, Útil, Real e fundamental para o sucesso

Já passou o tempo em que inovação era algo surpreendente. O uso da palavra é tão constante que seu significado começa a perder valor, e com a criação de novos produtos e serviços acontecendo em um intervalo de tempo cada vez menor, as mudanças passam a ser esperadas. Consumidores não ficam mais surpresos quando a Apple lança um iPhone novo, eles esperam isso todos os anos e muitas empresas se sentem pressionadas.

A pressão constante para a inovação faz com que companhias busquem soluções criativas, aderindo à transformação digital para os seus negócios e lutando para continuar relevantes. Esse processo pode ser cansativo, mas é possível investir em mudanças dentro da empresa para conseguir sucesso, usando a tecnologia para impulsionar a inovação e até mesmo auxiliar na gestão de projetos.

Como especialistas definem inovação?

Existem diversas definições para inovação, mas uma das melhores veio de uma professora da Harvard Business School, a Dra. Linda Hill. Segundo ela em seu livro Creative Genius, inovação é “a criação de algo novo e útil”, podendo se referir a um produto, serviço, modelo de negócios ou até mesmo uma nova forma de organização. Terry Jones – responsável por empresas como Kayak e Travelocity – acrescenta à definição dizendo que “criatividade é inventar novas coisas, inovação é fazê-las”.

Mas uma coisa que empresas devem ter em mente é que inovação não pode ser simplesmente uma única ideia genial, mas sim um processo constante. Ter um sucesso isolado pode animar companhias por um curto período de tempo, mas não funciona em longo prazo. Novas tecnologias e maneiras de fazer negócio continuam surgindo e criam um efeito colateral, onde empresas são obrigadas a inovar e acompanhar as mudanças, ou acabam perdendo espaço.

“Inovação é o que distingue um líder de um seguidor”  Steve Jobs

Assim é importante buscar soluções para manter novas ideias fluindo e conseguir atender à demanda dos consumidores, além de otimizar a forma da própria empresa funcionar, ter em mente a transformação digital que o mundo vive e aplicar estas tecnologias na vida da empresa.

Crie mecanismos e estimule a cultura de inovação

Criar uma cultura de inovação é uma maneira de manter ideias fluindo dentro da empresa para continuar descobrindo novas maneiras de fazer negócios. Mas enquanto muitos gestores acreditam que criar um setor para ser responsável pela inovação pode resolver o problema, a realidade mostra outro lado: ideias inovadoras podem vir de qualquer lugar da companhia e de qualquer funcionário.

Seu negócio pode ser uma agência ou uma consultoria de TI, mas não basta pedir aos funcionários que mandem um e-mail aos seus supervisores detalhando ideias toda vez que alguma coisa nova passar pela cabeça. A empresa precisa de uma cultura baseada na criatividade e inovação, os empregados devem se sentir parte de um time de pessoas que têm ideias igualmente importantes, deixando eles dispostos a dar sugestões que serão ouvidas.

Não adianta também incentivar estas ideias sem ter mecanismos suficientes para absorvê-las e investir nelas, afinal, as pessoas querem ver o que idealizam se tornar realidade. Outro ponto crucial nessa consciência coletiva é deixar seus funcionários errarem. Criatividade envolve riscos, existe uma grande chance de que boas ideias possam dar errado, e punir os funcionários por erros quando você os incentiva a arriscarem pode comprometer a cultura de inovação para a sua empresa.

Não adianta incentivar estas ideias sem ter mecanismos suficientes para absorvê-las

Ajude seu time a descobrir dificuldades nos processos da empresa e deixe que tenham ideias para resolvê-las. Saber o problema é metade da solução. Integrar as diferentes áreas da empresa também é um passo importante, e para começar a mudar a forma como ela funciona você vai precisar pensar mais na sua transformação digital e como você trabalha a sua gestão de projetos. Um dos casos mais típicos encontrados nas empresas é a segregação da área digital da área de TI, este cenário normalmente gera desgastes, nascem inovações não integradas e não sustentáveis, perde-se a oportunidade de transformar, gera retrabalhos e custos desnecessários.

Porque começar sua transformação digital

Como falamos, hoje a inovação é algo que já é esperado pelos consumidores. Eles mudaram a forma de interagir com as marcas e fornecedores de serviços, e as empresas precisam acompanhar essa mudança e falar a mesma língua.

Aplicativos multiplataforma, serviços em Cloud e dispositivos e aplicativos móveis já são amplamente utilizados, e companhias que não estão presentes de alguma forma nessas plataformas acabam sendo esquecidas. É aí que entra a transformação digital, que envolve todas as formas como a empresa pode usar o mundo virtual para interagir com os consumidores, e também com os processos internos da empresa.

Inovação é inevitável, hoje o tempo perdido em processos simples e cruciais de uma companhia – como a comunicação entre setores – poderia ser investido em atividades mais importantes e criativas. Tudo é integrado, e deixar sua empresa atualizada é vital para que ela tenha sucesso em longo prazo e se mantenha a frente dos competidores.  Não importa se você tem equipe de TI ou uma consultoria para auxiliar no processo de transformação digital, o importante é não ficar para trás.

Para inovar é importante que a empresa defina um plano estratégico que permeie por toda a organização.

Criarmos o template “Plano Estratégico de TI 2016-2017” para agilizar seu planejamento, neste material você encontrará:  Tendências Tecnológicas, Histórico de Realizações, Gráficos da Maturidade da sua TI, Estratégia de TI e Roadmap de Projetos.

CALL TO ACTION ppt Planejamento de TI

Baixe também esta importante ferramenta “AVALIE A MATURIDADE E ORGANIZE SUA TI!”
call to action Maturidade de TI v2

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!