Marketing digital integrado e a geração de resultados

Na era da transformação digital atual, os visitantes de seu site podem se tornar clientes de sua empresa por meio de diferentes canais.

Eles podem se conscientizar da sua marca através do engajamento em uma de suas redes sociais, começar a acompanhar seu conteúdo por meio dos resultados dos mecanismos de pesquisa, saber mais sobre suas ofertas depois de clicar em seus anúncios pay-per-click e se inscrever em sua lista de e-mails para acessar seus artigos e tornar-se seu cliente após uma série de interações por e-mail.

O marketing digital integrado se concentra em causar a melhor impressão possível em todas as interações entre seu público e sua marca.

Cada vez que seus clientes em potencial se aprofundam mais sobre o seu negócio – seja por meio de um mecanismo de pesquisa, mídia social, e-mail ou anúncios gráficos –, é uma oportunidade de ouro para sua empresa comunicar sua intenção e construir uma conexão forte.

O conteúdo é a espinha dorsal do marketing digital integrado. Atuando como líder de equipe, ele explora o melhor uso de todos os canais por meio da campanha de marketing combinada. Isso leva ao aumento da receita de vendas, gerando mais leads, aumentando o tráfego do website, melhorando a qualidade do lead, melhorando o reconhecimento da marca e, assim, gerando receita para expansão adicional.

Siga na leitura do artigo a seguir e se aprofunde no universo do marketing digital integrado – e todo o potencial que ele possui para atuar em prol dos resultados de seu negócio.

O que é marketing digital integrado?

O marketing digital integrado é a integração de várias estratégias de marketing para formar uma abordagem on-line coesa para o seu negócio. Para isso, ele explora recursos como:

  • Marketing de conteúdo;
  • Marketing de mídia social;
  • Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Marketing (SEM);
  • Desenvolvimento e design web;
  • Gestão de listagens de contatos;
  • Campanhas de publicidade paga (ou publicidade PPC).

A ideia por trás do marketing digital integrado é que, embora cada estratégia individual tenha um impacto por conta própria, o uso de uma série delas em conjunto ajuda a criar uma presença online mais influente.

E o conceito promete não ser apenas mais uma moda passageira. É praticamente o status quo quando se trata de enfrentar o mundo digital.

É claro que ainda existem campanhas pontuais sendo produzidas e veiculadas no mercado, mas a maioria das agências está se movendo em direção a soluções integradas, já que uma estratégia de marketing bem estruturada oferece melhor visibilidade e ROI para as empresas dentro do ambiente digital.

Por que o marketing digital integrado é tão importante hoje em dia?

Enquanto algumas empresas usam apenas um perfil em uma rede social para se manterem conectadas com seus clientes, outras usam recursos mais complexos, como o SEO, para promover seus negócios.

Algumas outras ferramentas – como o Mecanismo de Pesquisa, o E-mail Marketing e o Marketing de Conteúdo – também estão sendo cada vez mais exploradas pelas empresas em todo o mundo e nas mais diversas indústrias.

Embora seja compreensível que cada uma dessas ferramentas seja poderosa à sua maneira e tenha muitas vantagens, a melhor maneira de fazer marketing digital eficaz é apostar em uma estratégia de marketing digital integrado.

Ele permite que sua equipe ou agência de marketing utilizem todas essas ferramentas de forma combinada, gerando oportunidades mais sólidas de aumento do seu alcance para o potencial máximo.
Uma combinação de todas essas ferramentas cria uma sinergia e tem a capacidade de fazer com que sua base de consumidores cresça exponencialmente.

Embora cada ferramenta possa atrair um número saudável de clientes em potencial, o marketing digital integrado cria um efeito de “bola de neve”, o que ajuda a fazer seu negócio crescer mais rápido.

Fatos importantes que aumentam a necessidade de marketing digital integrado

Uma abordagem integrada ajuda sua empresa a entender se sua mensagem, comunicada em diferentes canais, serve ao propósito de envolver o público. O processo começa dos seguintes pontos:

  • Explorar diferentes canais: um plano digital coordenado ajuda a explorar a importância de estratégias específicas, como SEO, marketing por e-mail, conteúdo, anúncios pagos e mídia social, de uma perspectiva mais ampla;
  • Selecionar os canais corretos: quando sua empresa visualiza todo o cenário de forma mais clara, torna-se mais fácil investir tempo, dinheiro e esforço em canais que geram a produção máxima.

Mas mesmo com todos estes benefícios, o marketing digital integrado ainda é pouco explorado. O relatório de marketing multicanal da Econsultancy concluiu que apenas 5% das organizações acreditam estar utilizando o potencial máximo das atividades integradas de marketing entre canais.

Já algumas empresas até exploram os recursos do marketing digital integrado – mas de maneiras pouco estratégicas:

  • Um estudo de Marketo revelou que muitas organizações se concentram em uma média de seis canais diferentes para atrair clientes. Mas os consumidores usam apenas dois canais para criar uma conexão com as marcas. Os potenciais clientes empresariais usam quatro canais para fazer o mesmo.
  • Outro estudo da Econsultancy descobriu que algumas empresas não dão a devida atenção à mensuração de dados entre canais. Cerca de 51% dos participantes do lado do cliente não tinham o sistema de métricas entre diferentes canais online. Como resultado, 75% dos entrevistados do lado do cliente e 84% dos entrevistados entre os profissionais de marketing acreditam que as vendas / receita são um indicador eficaz para os esforços de marketing entre canais.

As estratégias de marketing morrem lentamente, em total fracasso, quando não há coordenação entre pesquisa, marketing por e-mail, campanhas pagas e vendas. A agregação de diferentes canais leva ao crescimento exponencial do negócio.

Integração com o marketing de conteúdo

Dados recentes mostraram que as empresas que publicaram mais de 16 artigos por mês em seus blogs corporativos obtiveram quase 3,5 vezes mais tráfego do que as empresas que publicaram entre 0 e 4 postagens mensais.

Vamos supor que uma empresa comece a trabalhar em seu plano de conteúdo depois de ter acesso a esses dados. Eles colocarão todo o seu esforço em encontrar suas palavras-chave específicas do setor para otimização de sites.

Mas embora o esforço consistente aumente o tráfego dos resultados dos mecanismos de pesquisa, a falta de um plano integrado não consegue engajar o público por muito tempo. Todos os esforços serão em vão porque a empresa não tem nenhuma estratégia de acompanhamento para converter seus visitantes em clientes fiéis.

Impactos na geração de leads

O mesmo acontece quando a empresa adota uma abordagem de geração de leads sem planejar a otimização do mecanismo de busca.

Se eles não aparecerem nos lugares mais altos entre os resultados da pesquisa, o objetivo da criação de listas se mostrará inútil.

O ciclo de vida do cliente descreve os vários estágios – alcance, aquisição, incentivo, retenção e defesa – experimentados pelo cliente antes de fazer a compra final.

Começa com a compreensão da visão de sua empresa, aumentando sua conscientização, considerando suas escolhas no mar de seus concorrentes, comprando seu produto / serviço para atender às suas necessidades, voltando novamente se sua oferta atende às suas necessidades e acaba se tornando o embaixador da sua marca. A jornada inteira abrange vários pontos de contato digitais.

Os clientes potenciais passam por seis ou oito pontos de contato ou canais da sua marca antes de se tornarem um possível lead qualificado para vendas.

Os ciclos de vendas envolvem vários pontos de contato:

  • Resultados orgânicos;
  • Exibição de anúncios;
  • E-mail marketing;
  • Pesquisas mobiles;
  • Redes sociais;
  • Remarketing, entre outros.

Com o aumento do número de canais e opções, o marketing digital integrado torna-se hoje um componente crucial para aumentar a satisfação do cliente.

A abordagem combinada se concentra em todos os pontos de contato, porque eles oferecem pistas para o estágio final da jornada de compra.

Todo contato tem o potencial de melhorar ou diminuir a experiência do cliente. Quanto melhor for a experiência em cada ponto de contato, mais chances se abrem para atrair clientes pagantes.

O marketing digital integrado funciona como uma máquina bem lubrificada. Quando a estratégia é bem elaborada e executada, o atrito entre leads potenciais e sua equipe de vendas deixa de existir – já que cada canal de marketing digital é executado de forma a explorar uma abordagem mais concisa e eficaz.

Entenda melhor os canais de marketing que podem ser englobados em uma estratégia integrada no próximo tópico.

Componentes-chave da estratégia de marketing digital integrado

Como o nome sugere, o conceito envolve a combinação de vários recursos de marketing para formar uma abordagem digital mais coesa e eficaz para o seu negócio. Confira abaixo os principais canais de marketing que compõe uma estratégia integrada:

Marketing de conteúdo

Este é, provavelmente, o recurso mais relevante de marketing disponível em uma estratégia. A lógica aqui é simples: sua empresa disponibiliza para seus visitantes o conteúdo que faz sentido para eles, promovendo informações que ajudam a identificar, entender e sanar seus pontos de dor – enquanto mostra que pode disponibilizar uma solução eficaz através de seus produtos e serviços.

Blogs, vídeos em redes sociais e canais do YouTube se tornaram muito populares mesmo entre executivos B2B nos dias de hoje justamente por conta desse potencial de nutrição para leads que o recurso oferece.

Lembre-se: quanto mais um usuário identificar seu conteúdo como algo relevante e útil, maior será seu engajamento junto à sua marca e maiores são as possibilidades dele optar por sua empresa em suas decisões de compra.

Otimização de mecanismos de pesquisa (tráfego orgânico)

Outro método importante de uma estratégia de marketing digital integrado é o SEO – ou Search Engine Optimization.

Neste caso, sua empresa não precisa investir pela visibilidade dentro do mecanismo de pesquisa, mas deve investir na produção de um conteúdo conforme o perfil descrito no tópico anterior, que o leve ao topo dos resultados de pesquisa orgânica.

O segredo aqui está na escolha estratégica de palavras-chave e no conteúdo de qualidade.

Quando sua empresa cria conteúdo relevante para as palavras-chave, os mecanismos de pesquisa classificam sua página em relação às páginas já existentes em seu banco de dados. Muitos fatores – como palavras-chave, qualidade, originalidade e pontualidade – são levados em conta.

Seu site receberá um lugar na página de resultados de acordo com a classificação recebida. Essa é a maneira mais relevante e sustentável de obter tráfego na sua página. Depois de dominar o SEO, fica mais fácil gerar tráfego de qualidade na sua página.

Search Engine Marketing (SEM)

A contrapartida do SEO é o Search Engine Marketing (SEM), uma forma mais básica de marketing digital.

Sabemos como os poderosos mecanismos de pesquisa, como o Google e o Bing, funcionam –  ​​e usá-los para em prol dos resultados de sua empresa definitivamente vale a pena.

A ferramenta mais básica, SEM, vem em primeiro lugar na lista. Independentemente do tipo de conteúdo que sua empresa produz, é possível posicioná-la entre os resultados de pesquisa relevantes apenas fazendo lances para o local.

O SEM permite colocar seu anúncio na parte superior dos resultados da pesquisa, o que significa que sua empresa obtém o melhor lugar na página de resultados do mecanismo de pesquisa (SERP).

Tudo o que sua empresa precisa fazer é identificar quais palavras-chave seus compradores em potencial estão procurando, criar uma campanha e monitorar os resultados, oferecendo lances maiores que os concorrentes para obter os melhores posicionamentos nos resultados.

Display Digital

Os anúncios gráficos são como anúncios de jornal: assim como uma única página cheia de conteúdo relevante (como as principais notícias) recebem mais anúncios, as páginas da web também podem ser preenchidas com conteúdo e anúncios.

A grande vantagem aqui é que estes anúncios digitais são adaptáveis – ou seja, uma única página pode exibir dois anúncios diferentes para dois usuários diferentes, com base em suas preferências e padrões de pesquisa. E é isso que torna o Display Ads melhor que os anúncios offline convencionais.

Vale reforçar que algumas pessoas consideram esse perfil de comunicação invasivo e estão buscando alternativas para omitir anúncios gráficos. Ferramentas como os bloqueadores de anúncios diminuíram muito a viabilidade desta estratégia atualmente. Portanto, é preciso fazer algumas ações adicionais para aumentar o reconhecimento da marca.

E-mail marketing

A campanhas de e-mail marketing envolvem o envio de e-mails estratégicos para os usuários que se inscreveram na sua lista de e-mails.

Mas é preciso estruturar bem essa estratégia: antigamente, as empresas costumavam bombardear os usuários com muitos e-mails – mas hoje em dia é preciso ir muito além disso – ou seus e-mails podem acabar na lista de spam sem nem serem abertos.

A chave para uma campanha de e-mail marketing bem-sucedida está em focar no envio de e-mails relevantes em uma quantidade ideal, para que os usuários consigam enxergar valor em suas mensagens – e não apenas um aborrecimento.

Redes sociais

A popularização das redes sociais mudou completamente o cenário do marketing digital. Mesmo com as mudanças nas plataformas e nos algoritmos, muitas empresas ainda seguem apostando nestes canais nos dias de hoje, já que – quando bem trabalhadas – elas podem resultar em um grande número de leads em um tempo muito curto.

É importante ressaltar que para a estratégia surtir o efeito esperado, sua empresa precisa envolver as pessoas, ao invés de apenas falar sobre sua empresa, produtos e serviços.

É preciso proporcionar valor para o dia a dia (e as dores) dessas pessoas: conteúdos relevantes, inciativas que posicionem sua empresa como autoridade em sua indústria de atuação, pequenos recortes de sua cultura organizacional – que mostrem como pode ser positivo negociar com a sua empresa. Estes são bons caminhos a serem seguidos nas redes sociais – e na campanha de marketing digital integrado de sua empresa.

Como construir uma campanha de marketing digital integrado

O marketing digital integrado combina todos os aspectos das comunicações fundamentadas do marketing para entender como cada interação e engajamento levam a uma experiência positivas dos consumidores junto à sua marca.

Toda interação não está necessariamente vinculada às vendas. Mas toda interação deve levar os clientes potenciais a seguirem em frente na jornada de compra.

Implemente os seguintes elementos vitais ao criar sua próxima estratégia integrada:

Tenha uma estratégia definida

De acordo com um SmartInsights State of Digital Marketing 2017, 49% das empresas não possuem uma estratégia de marketing digital definida: estavam fazendo ações aleatórias, sem nenhum posicionamento prévio. A falta de estratégia e planos integrados tornou-se, para estas empresas, o principal fator que limita a integração dos canais de marketing digital.

Qual é a relevância então de:

  • Estimar a eficácia de sua estratégia de marketing por meio de vendas, sem focar na geração de leads e na nutrição de leads e clientes já convertidos?
  • Conhecer o percentual de tráfego orgânico de seu website sem perceber quantos deles foram convertidos para o seu mailing?
  • Medir o tempo médio do visitante em uma landing page sem fazer o melhor uso de suas pegadas digitais em seu website?
  • Promover uma campanha de mídia social sem analisar os resultados pós-campanha para melhorias futuras?
  • Investir ativamente em canais pagos sem sequer comparar as principais fontes de tráfego?
  • Dedicar tempo de qualidade na criação de conteúdo sem fazer uma verificação cruzada da utilidade da seleção de palavras-chave?

Além de não ter relevância, este tipo de ação pode ser desastrosa para o budget de marketing e para o cumprimento das metas de sua empresa.

Acompanhe o desempenho do seu conteúdo

O acompanhamento do tipo e da qualidade do conteúdo que vem sendo produzido por sua empresa ajuda a estruturar estratégias futuras com base nos resultados atuais do canal utilizado. Análises e táticas de atribuição também ajudam a determinar a aplicabilidade de uma campanha digital.

Tomemos por exemplo o seu mailing atual: uma campanha nova não terá sentido se você não souber de antemão se os membros da lista estão abrindo os e-mails ou não.

Uma taxa de abertura de e-mail é a proporção de pessoas entre o número de pessoas que abriu o e-mail e o total de e-mails entregues.

Uma baixa taxa de abertura pode ser o resultado de um assunto pouco atrativo. Se este for o caso, teste várias linhas de assunto.

Já uma landing page se torna inútil quando sua empresa não acompanha a taxa de cliques de pessoas que acessam um link específico para visitantes da página.

É preciso monitorar e analisar as métricas e o desempenho para ampliar o engajamento e a taxa de conversão.

Desenvolver uma visão centrada no cliente

Cada perfil de cliente demanda uma estratégia personalizada, já que a jornada de compra não é de fato um processo linear.

As pessoas entram no ciclo de compra em vários estágios, então sua empresa precisa fornecer conteúdo relevante com base nas experiências conectadas usando diferentes canais, como e-mail marketing, pesquisa, publicidade PPC (pay-per-click), retargeting, PR on-line, marketing de mídia social e notificação por push.

Sempre dê preferência à qualidade em detrimento da quantidade. Envolva-se com o público em cada etapa da jornada. Alinhe seus esforços de marketing com as necessidades e desejos dos clientes. Construa um plano integrado para se adaptar ao mercado digital em constante mudança e criar valor efetivo para seus clientes.

Ajude os possíveis clientes a entender a importância da sua oferta. A ideia principal é enriquecer a experiência conectando todos os pontos de contato. Use as informações do cliente para fornecer as experiências mais satisfatórias nos momentos certos.

Atraia seu público

De fato, tudo se resume a isso: as empresas apostam no marketing digital integrado porque o foco principal é atrair o público certo.

É importante entender que nem todo mundo que chega até o seu site tem potencial real para ser um cliente imediato.

É bastante compreensível, especialmente no B2B, que dificilmente atrairá compras por impulso. Muito pelo contrário, já que o setor costuma ter um longo ciclo de vendas.

Se alguém não é seu cliente no momento, ele pode se tornar um mais tarde. Além disso, ele pode acabar recomendando seu produto para seus grupos de influência.

Mantenha o objetivo do seu público o mais atraente possível. Levará tempo para transformá-los em clientes regulares, mas eles certamente acabarão se convertendo em leads.

Se implementado de forma eficaz, todos esses métodos podem trazer uma reviravolta na sua campanha de marketing. Lembre-se de que o marketing digital integrado não é um tipo de “tamanho único” – toda organização tem que adaptá-lo de acordo com as suas demandas, características e objetivos.

Esperamos que as dicas sugeridas acima ajudem sua empresa a executar sua campanha de marketing digital integrado. Mas se você sentir que precisa de ajuda, clique e fale com nossos especialistas.

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!