“Olá, transformação digital” ou “Adeus, market share” – o que sua empresa vai escolher?

A transformação digital já é uma realidade sem volta. Passamos boa parte de nosso dia conectados. Pedimos nossas refeições pelo smartphone. Pesquisamos preços e informações sobre um produto em sites busca mesmo estando em um ponto de venda físico.
Mas mesmo com este cenário consolidado, muitas empresas seguem em negação digital – colando seu próprio futuro em risco. Essa foi a conclusão do estudo da Progress (NASDAQ: PRGS).
Cerca de 78% dos líderes empresariais entrevistados acredita que suas empresas podem sofrer perdas financeiras e de competitividade nos próximos anos por não aderirem à transformação digital. E 45% acha que já pode ser tarde demais.
Quais são os seus planos para a sua empresa nos próximos anos: crescer ou fechar as portas? O diagnóstico da Progress é definitivo: sua empresa tem menos de dois anos para adotar a transformação digital – ou as perdas financeiras e de competitividade serão fatais.
A boa notícia: ainda dá tempo de reverter este cenário. E a UP2Place separou aqui quatro perguntas que sua empresa deve se fazer para começar já sua transformação digital:

1) Sua empresa conhece seu cliente e sabe do que ele precisa?

Pensar em soluções digitais que permitam interação com seu cliente vai além da janelinha de chat online em seu site. Você precisa entender o seu cliente e mensurar as interações desse indivíduo com sua marca em todos os canais para realizar uma tarefa – e a construção de buyer personas são um bom começo para essa tarefa.
Tendo isso em mente, sua empresa pode se concentrar em fazer com que cada ponto de contato funcione melhor, mais rápido e seja mais eficiente, integrando todos em uma experiência coerente.
Um bom exemplo disso é o Nubank, uma administradora de cartão de crédito. Seu app oferece canais de comunicação que descomplicam operações que costumam ser altamente burocráticas em outras operadoras. Aumentar seu limite ou liberar o uso do cartão para compras internacionais podem ser resolvidos com alguns toques na tela.
A startup, nascida em setembro de 2014, recebeu este ano seu quarto aporte, no valor de US$ 50 milhões de um grupo de investidores do Vale do Silício.

2) Suas equipes estão colaborando em todas as funções?

O sucesso da transformação digital vem de um esforço conjunto de toda a empresa – então criar um novo departamento e deixá-lo responsável por isso não trará os resultados necessários.
Isso acontece porque ela atinge diversas frentes de uma mesma empresa. Então nesse momento você precisa atuar como um líder digital – construindo uma equipe multifuncional que reúna pessoas chave de marketing, vendas, desenvolvimento de produtos e de TI para projetos específicos.
O Spotify, por exemplo, reúne equipes de projeto que contam com auto-gestão de pessoas que trazem competências complementares a uma tarefa. Os colaboradores compartilham seus conhecimentos e descobertas, movendo-se de projeto para projeto, em um modelo operacional dinâmico.

3) Seu orçamento prevê investimentos na transformação digital?

Muitos esforços de transformação digital são dificultados por ciclos orçamentais – que não são elaborados de acordo com o que está acontecendo na empresa.
A solução aqui é definir e colocar em prática métricas que permitam acompanhar o retorno do investimento. Só assim sua empresa vai saber exatamente onde o investimento digital está trazendo retorno.
A partir daí o modelo pode ser definido de acordo com a sua política financeira. Sua empresa pode fazer um acompanhamento preciso dos investimentos e puxar o plugue caso alguma iniciativa não esteja surtindo os resultados esperados.
Outra alternativa é dedicar parte do orçamento de marketing em experimentos e inovações – e reinvestir os resultados em novas ideias.

4) Seus colaboradores estão preparados para a transformação digital?

Liderar uma iniciativa digital envolve contar com pessoas abertas às mudanças – especialmente se elas significarem a sobrevivência de sua empresa no mercado e, consequentemente, de seus empregos.
Por isso observe aquelas pessoas com o discurso “as coisas sempre funcionaram bem dessa forma” – esse é o tipo de colaborador que fará sua empresa fazer parte daqueles 45% que perderam o timing (e sua posição no mercado).
Neste caso, uma boa opção é contar com soluções externas – como as empresas de marketing digital com expertise em TI, como a UP2Place, que podem trazer para sua empresa o frescor da transformação digital e manter sua competitividade à frente do mercado.

Comece já a transformação digital em sua empresa: CLIQUE E BAIXE AGORA NOSSO E-BOOK “TRANSFORMAÇÃO DIGITAL: O QUE É E POR ONDE COMEÇAR!”

e-book UP2Place Transformação Digital - Saiba o que é e por onde começar!

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!