Saiba porque a Transformação Digital é crucial para o sucesso de sua empresa

A Transformação Digital é uma parte importante de qualquer empreendimento que queira se manter relevante. Criar o próprio negócio já exige vontade de arriscar ao tentar investir em algo que não é certo, mas conseguir inovar vai além disso: a inovação pede que o empreendedor arrisque aquilo que construiu e que tente mudar práticas que funcionaram até agora, o que muda um pouco a antiga concepção de que “em time que está ganhando não se mexe”.

Mas em um mundo em que a transformação digital está sempre presente, mudanças são constantes, e quem não se adapta vira espectador das inovações dos concorrentes e certamente ficará para trás. Por isso é importante saber como tratar e incentivar essas mudanças para não parar no tempo, buscar novas soluções para seus produtos e serviços, criar novas possibilidades e até mesmo, criar novos mercados e receitas.

Por que a Transformação Digital é importante?

A Transformação Digital é o que coloca milhares de empresas à frente de seus concorrentes. Incentivar projetos que às vezes podem parecer extravagantes demais foi o que levou companhias que conhecemos a serem exemplos no mercado. Há pouco tempo, serviços como Netflix e AirBnB poderiam ser considerados impossíveis, mas o investimento nas ideias que criaram seus serviços formou mercados bilionários que até então sequer existiam.

O investimento em inovação tecnológica pode ocorrer até mesmo de formas mais simples, como apostar em softwares em Cloud Computing, ou alternativas que reduzam a burocracia e facilitem tarefas complicadas. Seja como for, criar um ambiente de trabalho aberto a novas ideias, incentivando a transformação digital através de líderes visionários, pode levar negócios a criar novos mercados, desenvolver produtos inovadores e melhores tecnologias.

O que incentiva a transformação digital?

Inovar e fazer parte da transformação digital que atinge o mundo pode ser mais fácil do que parece. A nova sociedade que surge do uso constante de apps e de serviços que podem ser acessados de qualquer lugar, faz com que negócios tenham que manter uma mente aberta para conseguir continuar no mercado. Por isso é importante adotar práticas que incentivem todos os setores da empresa a compartilhar pensamentos, criando um ambiente criativo.

Alguns pontos cruciais para fazer parte desta transformação são:

  • Incentivar, ouvir e analisar sugestões
  • Verificar o que está acontecendo ao seu redor e principalmente no mundo
  • Criar oportunidades de negócios com diferencial competitivo

Mais importante do que isso é saber arriscar e ter coragem. É isso o que separa e destaca os visionários e suas empresas transformadoras. Experimentar sistemas menos hierárquicos e deixar os colaboradores mais próximos e igualmente aptos a serem ouvidos, pode gerar frutos para inovações.

Criar um ambiente onde erros por experimentação possam acontecer é um grande incentivo, pois assim como uma empresa arrisca ao mudar a maneira de negociar, é experimentando que os funcionários podem criar.

Grandes companhias investem em tempo livre para que seus empregados possam fazer isso, como é o caso do Google. A gigante de tecnologia ficou conhecida por dar aos funcionários 20% do tempo de trabalho para se dedicarem a projetos paralelos e pessoais, iniciativa que deu origem a serviços como Gmail e Google AdSense. A empresa continua dando exemplos de inovação constantemente, como a recente reestruturação que deu origem à Alphabet.

O que limita a inovação tecnológica?

Enquanto milhares de empresas no mundo procuram descobrir os segredos da inovação, a maioria delas faz de tudo para limitar a criatividade dos seus funcionários e tomam atitudes cada vez mais ortodoxas na forma com que realizam negócios. Quando surgem oportunidades de inovar, líderes muitas vezes desmotivados perguntam como as novas ideias sugeridas podem trazer benefícios a curto prazo, quais são os riscos, e todos cenários problemáticos que podem surgir delas, ao invés de focar nos pontos positivos e em seus potenciais.

Se agarrar a modelos de negócio que funcionam atualmente ao invés de investir em outros inovadores que podem abrir novos mercados e oportunidades, é um dos principais limitadores da inovação. As gravadoras não inventaram o iTunes, assim como a Apple não criou o Spotify – apesar de entrar na briga um pouco tarde -, pois estavam muito bem vendendo músicas em CDs e arquivos. É difícil imaginar que a Blockbuster tivesse criado o Netflix quando seu modelo de negócios funcionava e assistir filmes pela internet era visto por eles como pirataria e retratado como “o inimigo” da sua própria existência. A transformação digital precisa de espaço, e os limites impostos podem custar caro.

Quem recusa a inovação tecnológica tem uma boa briga pela frente. Assim como esbravejaram executivos de grandes empresas de música no passado recente, os executivos de operadores reclamam sobre novos serviços, como é o caso do presidente da operadora VIVO que afirmou que o WhatsApp oferece um serviço pirata, assim como o embate entre os taxistas e o Uber no Brasil e no mundo já é uma luta perdida (Pelo menos por enquanto!).

Quando a burocracia tenta limitar a transformação digital, especialmente em níveis empresariais, oportunidades são perdidas, novos caminhos e possibilidades são deixados de lado.

Crie e incentive a inovação tecnológica dentro da sua empresa, simplifique e comece com entregas em ciclos curtos!

Saiba mais sobre Transformação Digital, nosso e-book trata de forma simples sobre oportunidades e como transformar seu negócio.

Clique aqui para baixar gratuitamente!

 transformação digital 420px

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!