EN PT ES
Transforme as redes sociais de sua empresa em um canal de Social Selling

Transforme as redes sociais de sua empresa em um canal de Social Selling

Transforme as redes sociais de sua empresa em um poderoso canal de Social Selling

Com a chegada do inbound marketing, muitas empresas estão apostando em um canal de Social Selling para expandir seus canais de venda e ampliar suas conversões através do marketing digital.
Mas todo cuidado é pouco: em tempo de mudança nos hábitos de consumo das pessoas, o cliente está mais em primeiro lugar do que nunca – e uma estratégia errada nas redes sociais pode não só prejudicar suas vendas como causar sérios prejuízos para a imagem de sua empresa.
O primeiro passo é, acima de tudo, trabalhar corretamente o marketing de conteúdo de sua empresa – para conhecer todas as outras etapas, confira este artigo que a UP2Place preparou para você.

Como funciona exatamente esta estratégia de Social Selling?

Inicialmente, é preciso destacar que Social Selling é algo bem mais complexo do que anunciar produtos e serviços em um ambiente de interação virtual.
Esta estratégia requer uma linguagem própria, diferente da utilizada na venda tradicional. Exige ainda que as necessidades e expectativas dos clientes sejam acompanhadas, buscando inclusive, ter um retorno sobre a satisfação do cliente.
Ter outra abordagem com o cliente também faz parte do Social Selling: como ele estará, muitas vezes, usando as redes sociais para lazer ou mesmo a trabalho, sua empresa deve desenvolver um anúncio que seja capaz de chamar sua atenção – e valorizar esta atenção disponibilizando o maior número possível de informações sobre o produto ou serviço. Deve haver, portanto, mais preocupação com a informação disponibilizada e o quanto ela é útil para seu cliente.
O Facebook costuma ser o principal canal de Social Selling para muitas empresas por já possuir uma política e formatos de anúncios que permitem criar diversos call to actions – sua empresa pode investir em atrair curtidas para a página e aumentar a fanpage, anunciar um produto ou serviço específico ou gerar tráfego para o site ou blog.
O Instagram hoje já segue o mesmo caminho em termos de formatos publicitários – mas seu perfil de distribuição de conteúdo é bem diferente do Facebook. Enquanto o Facebook possibilita trabalhar textos mais extensos e a inserção de links – que podem direcionar seu cliente para onde sua empresa considerar mais estratégico, o Instagram segue limitado nesse sentido. O apelo segue sendo altamente visual, textos maiores não são bem perceptíveis por conta da própria construção da timeline e não é possível inserir links nas legendas das imagens. O que sobra é usar o recurso “para mais informações clique no link da Bio”, o que faz com que muito tráfego seja perdido nessa movimentação.

Um canal de relacionamento – com espaço para Social Selling

Para obter sucesso e longevidade em Social Selling, é preciso pensar o relacionamento com o cliente mesmo após a realização da compra, de modo a continuar fornecendo a ele informações e buscar mantê-lo fiel a empresa.
Segundo Jill Rowley, ex-vendedor e referência mundial em vendas em redes sociais, esse tipo de venda deve usar a mídia social não apenas como o espaço onde se dará a venda, mas como canal de relacionamento. O desafio é fazer isso sem o constrangimento e a “forçação” de barra que muitas vezes estão presentes nas vendas tradicionais.
Este canal de relacionamento deve parecer natural ao cliente, e não uma imposição da empresa para mantê-lo por perto. Por isto, sua empresa deve ser capaz de captar, encaminhar e solucionar qualquer problema ou insatisfação do cliente com o produto, mostrando a ele que é importante e que está ali para ajudá-lo.
Um bom exemplo disso é a Netshoes, que alinhou sua estratégia de Social Selling com as ferramentas de marketing digital. Atuando inicialmente no Twitter, a empresa rapidamente passou a fazer SAC também no Facebook, Google+, Instagram e até no LinkedIn. Foi assim que, em 2013, a empresa alcançou mais de R$ 100 milhões de faturamento, de um total de R$ 1,3 bilhão, somente em vendas através das redes sociais.

Desafios das vendas em redes sociais

O Social Selling exige treinamento específico da equipe, que deve ter cuidado com esta proximidade maior com o cliente e saber aproveitar suas vantagens. É importante que sua empresa mostre-se de forma mais atenta e flexível às mudanças de expectativa dos clientes.
Também parecerá que a empresa é mais amigável no canal de relacionamento com o cliente se for menos hierárquica, mais aberta: assim ela será encontrada e compartilhada pelo maior número de potenciais compradores.
A importância do Social Selling e sua efetividade em termos de fidelização dos clientes são fatores que estão ampliando progressivamente sua utilização – e são um importante reflexo da transformação digital pela qual as empresas – e a sociedade – estão passando.
Ainda é necessária muita educação e conscientização sobre a importância das vendas neste tipo de canal. Enquanto isso, as empresas que já utilizam o canal saem na frente, estreitam suas relações com os clientes e garantem bons números de vendas.

Como Mensurar e Otimizar Canais de Marketing Digital

Quer transformar suas redes sociais em um canal de Social Selling? Então baixe nosso e-book ‘Como Mensurar e Otimizar Canais de Marketing Digital’ agora mesmo!

ABM Account-based Marketing

GUIA DE MÍDIA PAGA​
EBOOK MARKETING DIGITAL PARA INDÚSTRIAS​
EBOOK TENDÊNCIAS DO MARKETING DIGITAL EM 2020​
REPRESENTANTE DE VENDAS – DIGITAL​
Ebook Guia de ofertas de conteúdo para uma geração eficaz de leads
Baixe o seu GUIA PRÁTICO DE GERAÇÃO DE LEADS
O Guia Definitivo da Automação de Marketing
Saiba como utilizar o Digital para Aumentar Vendas e Conquistar Novos Clientes
Clique aqui e solicite gratuitamente uma avaliação da sua Estratégia Digital

Cadastre-se e receba conteúdos inéditos sobre Marketing Digital

Posts Relacionados