Transformação Digital: 5 tendências para o Marketing de grandes empresas

A transformação digital é uma regra para toda e qualquer empresa que pretende permanecer relevante dentro deste mercado em constante evolução.
O novo comportamento do consumidor trouxe um público digitalmente habilitado e com um perfil alto de interconexão – e o Marketing precisa se adaptar a isso se quiser continuar dialogando (e consequentemente vendendo) com essa audiência.
Pesquisas recentes já apontaram que 78% dos profissionais de marketing estão cientes de que a transformação digital vai operar uma mudança fundamental no setor nos próximos cinco anos.
Por isso, a UP2Place separou aqui cinco tendências de transformação digital que todo estrategista de marketing deve estar atento ao planejar suas próximas estratégias de marketing digital:

1) Explore o Big Data

O Big Data e as novas tecnologias estão redefinindo o panorama para empresa de todos os portes.
Através dele as empresas agora possuem uma capacidade cada vez maior para obter informações sobre seu público-alvo e seus pontos de dor – trazendo para as equipes de marketing e vendas um vasto material para a criação de abordagens e estratégias de inbound marketing que permitam para a sua empresa oferecer a melhor solução de seu portfólio para a pessoa certa na hora certa.

2) A transformação digital pede uma abordagem 100% focada no usuário

Uma pesquisa da McKinsey mostra que 70% das experiências de compra são baseadas em como o cliente se sente durante o processo. E 86% dos compradores estão dispostos a pagar mais por uma experiência de compra melhor.
Por isso analise constantemente seu funil de vendas, em conjunto com seus times de marketing e vendas, do ponto de vista de um lead para enxergar melhor seu sentimento durante as diferentes etapas.
Esse é o melhor caminho para enxergar melhor as melhores oportunidades e pontos de contato durante o processo e melhorar cada vez mais a maneira como sua empresa vem tratando seus leads potenciais.
Crie as buyer personas para que suas equipes consigam formular abordagens centradas no cliente da sua empresa. Os insights para este processo podem e devem vir de qualquer ponto dentro de sua organização que possua um ponto de contato com o seu público.

3) Ofereça a customização em massa

Como dissemos no item acima, a abordagem deve estar focada em seu cliente – isso inclui não só a abordagem, mas as próprias soluções que sua empresa oferece.
E é justamente esse formato de personalização em massa que tem se mostrado uma grande oportunidade para todos os estrategista de marketing B2C como uma forma de manter-se relevante junto aos seus clientes e de se diferenciar da concorrência.
Um bom exemplo disso é a Coca-Cola, que investiu US$ 100 milhões em máquinas de venda que permitem aos consumidores personalizar suas bebidas através de seus smartphones.
Mas a estratégia pode ser facilmente aplicada no cenário B2B – só é importante que as empresas tenham flexibilidade para oferecer soluções customizadas de acordo com as necessidades de cada clientes, ao invés do costumeiro pacote de fechado de produtos e serviços já cadastrados pelo departamento de vendas.

4) Considere o mobile como seu primeiro ponto de contato

Certamente o conceito “mobile first” já foi pauta de reuniões no board de sua empresa – e sua importância só cresce a cada trimestre que passa.
Essa questão é ainda mais urgente para o segmento varejista, que já vê a proporção de vendas realizadas através de tablets e smartphones hoje somar mais de 27% – e os números só aumentam a cada dia.
Os gadgets móveis são cada vez mais o primeiro ponto de contato entre marcas e consumidores – e os departamentos de marketing devem estar plenamente atentos a isso. Se você é do tipo que ainda está em negação digital, faça o teste: digite “comprar terno” no Google e veja que todos os resultados da primeira página são “mobile friendly”.
E onde sua empresa precisa estar posicionada quando for procurada no Google? Este é o ponto – então sua empresa precisa enxergar o mobile como uma oportunidade de negócios o quanto antes.

5) Use a transformação digital a favor do seu conteúdo

Como já falamos aqui algumas vezes, o marketing de conteúdo é um poderoso meio para atrair e envolver leads dentro das etapas da jornada de compra.
Agora que sua empresa já produz e faz a curadoria de um conteúdo útil e que contribui para solucionar as dores do seu lead potencial, é hora de amplificá-lo e maximizar o ROI para os orçamentos de publicidade digital, selecionando os melhores canais de mídia programática para capilarizar esse conteúdo.

É importante manter em mente que suas estratégias de marketing atuais devem sim aproveitar o Big Data, concentrar sua abordagem no cliente e envolvê-los em customizações em massa, aplicar o “mobile first” e explorar o marketing de conteúdo.
Mas uma estratégia de marketing relevante é aquela que também sabe se adaptar a cada nova movimentação do mercado, garantindo que as empresas mantenham suas conexões e interações com seu público.

Para saber se as estratégias de marketing digital utilizadas por sua empresa estão 100% alinhadas com suas metas e relevância, clique a seguir e peça a análise dos especialistas da UP2Place.

avaliação gratuita para identificar as oportunidades e potenciais do seu negócio!

MARKETING & NEGÓCIOS

Coloque seu email abaixo para receber as atualizações do blog!

Acesse o e-mail enviado e confirme a assinatura, obrigado!